O titânio tem sido o material de eleição para a fabricação de implantes. Apresenta uma elevada resistência à corrosão, num meio envolvente húmido como a boca, é muito leve e ainda biocompatível, e portanto indicado para implantar no osso maxilar.

Contudo, atualmente disponibilizamos na nossa clínica uma alternativa – os implantes de zircónio. Este material é perfeito para substituir o titânio na fabricação de implantes. Para além de ser tão resistente e leve, o zircónio apresenta uma biocompatibilidade superior por se tratar de um material cerâmico, isto é, demonstra uma maior adesão à gengiva e ao osso. Por outro lado, o facto do zircónio não ser um metal, favorece a ausência de reações alérgicas, o corpo aceita-o melhor.

A sua maior vantagem reside na estética, pois a sua cor marfim é semelhante à cor do dente e portanto mais indicado no caso de pacientes com recessões gengivais (pouca gengiva a recobrir o dente) ou com um tipo de gengiva mais fino.

Na nossa clínica estes implantes de zircónio já são uma realidade. Estamos sempre a par de todas as novidades e só trabalhamos com materiais e equipamentos de ponta e de facto as mais-valias estéticas e funcionais dos implantes de zircónio estão à vista.

 
Hugo Madeira, CEO, DDS
Hugo Madeira
Hugo MadeiraCEO
Marcar Consulta de Avaliação