Apesar da melhoria das condições de vida e da prestação dos cuidados de saúde, a prevalência de problemas de saúde oral entre os mais idosos ainda é considerada significativa.