O diastema é um espaço entre dois dentes, mais conhecido pelo espaço entre os dois dentes da frente, os incisivos centrais.

Muitas crianças apresentam diastema devido à queda dos dentes de leite, mas, na maior parte dos casos, esse espaço fecha-se quando os dentes permanentes nascem.

Causas dos diastemas

O diastema pode ser causado:

Pelo anómalo desenvolvimento do freio labial (o tecido que se estende do lábio à gengiva, até ao ponto em que se localizam os dois dentes frontais superiores), pela falta de algum dente ou pela diferença de tamanho dos dentes.

Por outro lado, a pressão sobre os dentes, devido ao uso da chucha ou do biberão também pode causar o diastema.

Quais as opções de tratamento?

Existem duas opções para tratar o diastema, o tratamento ortodôntico (com aparelho) ou a restauração com facetas de porcelana ou de resina.

Se a opção para fechar o diastema for através da colocação facetas, o resultado é muito mais rápido. 

Já com aparelho ortodôntico o processo é mais lento e o resultado vai depender de cada caso. Inicia-se um tratamento em que o aparelho vai mover os dentes até que se feche o espaço.

No caso do freio labial ter um tamanho anómalo, pode-se optar por um simples procedimento cirúrgico chamado frenectomia. Trata-se do corte e reposicionamento do freio labial para permitir maior flexibilidade. Se for feito ainda em criança, a frenectomia pode fazer com que o espaço se feche por si mesmo, com o desenvolvimento da dentição. Nos adolescentes e adultos, a eliminação do espaço pode exigir o uso de aparelho.

A consulta com seu dentista é essencial para determinar a melhor opção de tratamento no seu caso.

Hugo Madeira
Hugo MadeiraCEO
Marcar Consulta de Avaliação